Speaker

Luís Paulo Reis

Universidade do Minho

Associate Professor

Luís Paulo Reis é Professor Associado da Universidade do Minho e diretor do LIACC - Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência de Computadores, onde também coordena o Grupo de Investigação em Cooperação Inteligente Homem-Máquina. É membro sénior do IEEE e vice-presidente da direção da APPIA - Associação Portuguesa para a Inteligência Artificial. Nos últimos 25 anos, lecionou disciplinas na Universidade, nas áreas de Inteligência Artificial, Robótica Inteligente, Sistemas Multi-Agente, Simulação Inteligente, Aprendizagem Computacional, Jogos Educativos/Sérios e Programação de Computadores. Foi investigador principal em mais de 10 projetos de investigação nessas áreas. Foram-lhe atribuídos mais de 50 prêmios científicos, incluindo vencer mais de 15 competições internacionais da RoboCup. Orientou 18 teses de doutoramento e 101 teses de mestrado concluídas. Organizou mais de 50 eventos científicos e pertenceu ao Comité de Programa de mais de 250 eventos científicos. É autor de mais de 300 publicações em conferências e revistas internacionais (indexadas no SCOPUS ou ISI Web of Knowledge).

Vídeo da palestra

Sobre a palestra

Sábado 24/03 | 10:00 - 11:00 | Auditório FEUP

Inteligência Artificial e Robótica: Cooperação Homem-Robô para a Formação de Equipas compostas por Humanos e Robôs

Idioma:

No futuro, humanos e robôs terão que trabalhar juntos em ambientes complexos, resolver problemas difíceis e realizar tarefas que exigem cooperação homem-máquina em equipa. Deste modo, são necessárias metodologias para permitir que os robôs aprendam, interajam e cooperem com os seus parceiros humanos. Esta palestra será baseada nas metodologias desenvolvidas para a criação de equipas heterogéneas multi-robô e humano-robô com ênfase nas metodologias desenvolvidas nos nossos projetos: FC Portugal e HearBo. O projeto do FC Portugal desenvolveu metodologias para a criação de equipas de futebol robótico capazes de seguir instruções de alto-nível de um treinador humano/robô usando conceitos como estratégia, táticas, formações e jogadas estudadas. O projeto também desenvolveu metodologias para aprendizagem de skills, usando simulação, tais como andar, chutar, levantar-se ou passar/receber uma bola. O projeto permitiu que os nossos grupos de investigação vencessem 4 campeonatos mundiais e 10 campeonatos europeus de futebol robótico de diferentes ligas/competições. No HearBo, juntamente com o Honda-RI Japão, desenvolvemos metodologias de aprendizagem e interação de robôs humanos para robôs humanoides capazes de reconhecer o tipo de música e dançar respeitando o seu estilo e ritmo. A conversa será ilustrada com vídeos de ambos os projetos.